Nuno Filipe Bastos é um habitante do planeta Terra.
E aqui, neste website, surge o resultado
do seu trabalho consigo próprio
e/ou com o mundo que o rodeia.

Mais recentes

Mike Bird, Motor, Humanos que não desligam o motor do carro quando estão à espera de alguém
Humanos que não desligam o motor do carro quando estão à espera de alguém
Há várias coisas que os humanos fazem que, na melhor das hipóteses, deixam-me confuso. E algumas dessas coisas até já as abordei noutros textos deste meu blog. São acções e atitudes...
Continuar a ler
FelixMittermeier, Observando estrelas variáveis
Observando estrelas variáveis
O céu nocturno é uma coisa fantástica. Nas cidades é difícil ver as estrelas, há sempre aquela perturbadora poluição luminosa, com luzes em todo o lado, no entanto há localidades em...
Continuar a ler
MabelAmber, Chapim real, Os nossos vizinhos de outras espécies
Os nossos vizinhos de outras espécies
Há uns dias estava eu dentro do carro, seguindo do ponto A para o ponto B quando, subitamente, uma longa fila de trânsito se apresentou diante de mim, numa estrada que, àquela hora,...
Continuar a ler
Kalhh, traffic-light, Um semáforo que está vermelho
Um semáforo que está vermelho
Apetece-me escrever sobre qualquer coisa que os humanos costumem fazer. O problema é que não me ocorre nada e sei que há muito por onde pegar. Aliás, ocorrer até ocorre. Ocorre uma...
Continuar a ler
Tumisu, supermarket, Prateleira errada
Prateleira errada ou a desresponsabilização
Muitos de nós, nas idas que vamos fazendo aos supermercados, teremos já deparado com um produto deslocado da sua prateleira de origem. Algo que se explica facilmente com o facto de...
Continuar a ler
Ralph, renault, O Renault 4
O Renault 4
Nunca conduzi um Renault 4 mas fui passageiro algumas vezes. É um daqueles modelos pelos quais sinto particular interesse. Não necessariamente pela sua beleza (que é um quadrado embutido...
Continuar a ler
StockSnap, cart, Os deslocados carrinhos de supermercado
Os deslocados carrinhos de supermercado
Estou razoavelmente certo ao afirmar que a esmagadora maioria dos humanos que habitam o planeta Terra teve já encontros mais ou menos imediatos com um objecto ao qual se dá o nome de...
Continuar a ler
Lutz, everest, Chegar ao cume do Monte Everest
Chegar ao cume do Monte Everest
Ia um ano do século vinte, mais precisamente o de mil novecentos e cinquenta e três, quando dois homens tocaram o topo do Monte Everest. E quando digo que tocaram, não significa isso...
Continuar a ler
Viviane M, security, A insistência na buzina
A insistência na buzina
Existem buzinas nos veículos que percorrem as estradas. E sendo as buzinas parte integrante dos veículos, parece-me óbvio que terão de ter alguma utilidade. Por exemplo, podemos utilizá-las...
Continuar a ler